Arquivo da tag: PSDB

UDN, ops, PSDB


Etiquetado , , , ,

PSDB ou assessor do SBT? O escândalo do Vivaleite


Coronelismo a moda paulista: Cidadãos dizem ter passado documentos para a filiação ao PSDB em troca de um programa do governo paulista que distribui leite.

Imaginem quantos minutos o Jornal Nacional dedicaria ao tema para uma reportagem apontando que o PT havia vinculado filiações ao Bolsa Família. Ou imagine quantos discursos o tema renderia ao sempre atento senador Álvaro Dias, o único veemente opositor que como não tinha que disputar a reeleição em 2010 conseguiu continuar no Senado. Outros, como Mão Santa, Heráclito Fortes e Arthur Virgilio, não tiveram a mesma sorte. Também imagine se isso não seria a pedra de toque dos comentários de zelosos colunistas da moral pública que atuam em veículos tradicionais. Mas nada disso vai acontecer. A reportagem-denúncia de ontem no Estadão, já virou pó no noticiário de hoje.

E olha que a reportagem tem elementos bastante constrangedores, como o de uma senhora quase cega que cotejada com a pergunta se era filiada ao PSDB, respondeu: assessora do SBT?
Leia este trecho:
A senhora é filiada ao partido?
Não entendo o que é.
A senhora é filiada ao PSDB?
Auxiliar do SBT?
É militante do PSDB, do partido?
Não sou…
O nome da senhora consta de uma lista de filiados. A senhora nunca preencheu documentos para se inscrever em um partido político?
Não, nunca preenchi nenhum documento. Inclusive tenho deficiência visual. Sou especial pelo problema meu, não dá para eu ler nada. Perdi a visão total num olho num acidente e tenho apenas 20% em outro.
Alguém lhe pediu o título de eleitor?
Uma vez me pediram, mas não lembro pra que era.
A senhora está em algum cadastro do governo?
Eu tenho o Bolsa Família. E também recebo o leite para o meu neto.
A assimetria da mídia na cobertura política quando trata de “mal feitos” do PSDB e de partidos como o PT, PCdoB, PDT ou PSB é algo que beira o ridículo. Não dar mole para os partidos de centro-esquerda não é um problema. A questão é tratar os erros dos partidos de centro-direita com tanta tolerância.

Renato Rovai

No SpressoSP por indicação do escelente ContextoLivre

Etiquetado , , , , , ,

Capas da Veja que amaríamos. E que nunca vão sair.


Do Facebook do Antonio O. Filho

Segundo o amigo Ricardo Macedo é mais fácil o Vaticano declarar falência e, o fim das religiões no mundo inteiro, do que o folhetim Veja publicar uma capa parecida com essa.

Clique aqui para ver outra capa da Veja que você não vai ver.

 

 

Etiquetado , , , , , , ,

Os ratos têm de se explicar


Curta o blog no facebook

“O rato do PSDB não rói, ele SERRA. Velhas ratazanas políticas, travestidas de tucanos, tentam assumir o posto, que não lhes pertence, de guardiões da moralidade. Ridículo! E tem quem caia nisso.” (da Deborah Buzaitė no fb)

Paladinos da moral e da ética, os tucanos veiculam durante essa semana, um comercial em que criticam o PT por uma campanha de 2002 em que o partido criticava a corrupção existe, porém não mostrada pela mídia, no governo FHC. O estranho, é que a campanha acontece ao mesmo tempo em que o PSDB se esforça para esconder dois (dentre os vários) escândalos: Um envovendo o  processo de licitação da linha 5 do metrô, coisa 4 bilhões de Reais segundo a Justiça de São Paulo. O outro envolve João Faustino Ferreira Neto, suplente do senador José Agripino Maia (a quem este humilde blogueiro chama de “O mané’), articulador da campanha de José Serra em 2010 e, ex-subchefe do Gabinete Civil do governo de São Paulo durante a gestão serrista, que foi preso essa semana sobre acusações golpe e contratação suspeitas de uma empresa para fazer a inspeção veicular nos moldes da que a empresa Controlar faz em São Paulo (outro escândalo).

Só para lembrar, nada disseram sobre o escândalo das emendas na ALESP.

Eis algumas das velhas (ou novas) ratazanas travestidas de tucanos. Se você tiver algum que não está aí, deixe nos comentários.

João Faustino Ferreira Neto, suplente do senador José Agripino Maia (DEM-RN) e articulador da campanha presidencial de José Serra,  foi preso em Natal durante a Operação Sinal Fechado, deflagrada pelo Ministério Público Estadual. Foi acusado de pertencer a uma organização criminosa que teria atuado junto ao Departamento de Trânsito do Rio Grande do Norte. Ele e outros nove acusados tiveram a prisão temporária prorrogada até o próximo sábado, 2 de dezembro.

Sonegação fiscal, fraudes em licitação e na folha de pagamento, brigas de família, chantagem e ameaças, compõem o escândalo de corrupção na Assembleia Legislativa do Pará (ALEPA). É nisso que estão envolvidos o senador e ex-presidente da ALEPA, Mário Couto (PSDB/PA) e sua filha, a deputada estadual Cilene Couto (que foi chefe da auditora da ALEPA na gestão do pai).

O presidente da câmara municipal mais tucana do Brasil, a de Curitiba, João Cláudio Derosso está sendo investigado por irregularidades nos contratos de publicidade firmados entre a Câmara e as empresas de publicidade da própria esposa. Há agravantes, poia a contratação da empresa da jornalista Cláudia Queiroz Guedes, esposa de Derosso, foi feita quando ela era funcionária da Câmara. Um escândalo envolvendo mais de R$30 milhôes.

Bruno Covas, secretário de meio ambiente do estado de São Paulo, e pré-candidato a prefeito de São Paulo, está totalmente envolvido no escândalo das emendas paulistas, além de ser acusado de receber propina.

O presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo, Barros Munhoz (PSDB), é acusado numa ação judicial de usar verba destinada à educação para pagar um jantar de confraternização para 285 pessoas em uma pizzaria.

E a sujeira continua. Por indicação dos leitores e  pessoal do Twitter:

O Esquerdopata: Alckmin comete crime de lesa-humanidade ao privatizar saúde pública, afirma promotor (via @DeniseSQ)

Vereador tucano simula vendas para liberar dinheiro para servidores e Mercado de vereador tucano simula vendas para repassar dinheiro a servidores (via @EdsonRimonatto)

Vereador safado extorque os servidores municipais de Curitiba! Adivinha o partido dele? (via Luiz Skora)

Aécio Neves no banco dos réus. Senador eleito é acusado de desviar R$ 4,3 bilhões ( do fb da @TheaTavares)

Etiquetado , , ,

PT supera PSDB em briga pela nova classe média


Fatia é a que mais declara preferir os petistas; tucanos vão melhor na elite

Eleitor que ascendeu socialmente durante os oito anos do governo Lula é o mais fiel ao PT, diz pesquisa Datafolha

Da Folha de São Paulo por BERNARDO MELLO FRANCO DE SÃO PAULO

O PT largou na frente do PSDB na disputa pelos votos da chamada nova classe média, faixa que reúne as famílias com renda mensal entre três e dez salários mínimos.
Dados da última pesquisa Datafolha mostram que os eleitores deste segmento social, também conhecido como classe C, são os que mais dizem preferir o PT entre todos os partidos políticos.
O PSDB tem o melhor desempenho entre os brasileiros mais ricos, com renda familiar acima de dez salários.
A nova classe média virou sonho de consumo das duas legendas, que se revezam no poder desde 1995.
Nas últimas semanas, os ex-presidentes Lula (PT) e Fernando Henrique Cardoso (PSDB) a descreveram como o principal alvo a ser perseguido por seus partidos.
Proporcionalmente, os eleitores que formam a base da classe C são os que mais dizem preferir o PT.
A sigla é citada como a mais admirada por 32% dos entrevistados com renda de três a cinco salários mínimos (entre R$ 1.636 e R$ 2.725).

GRATIDÃO
Para o diretor-geral do Datafolha, Mauro Paulino, o resultado reflete a “gratidão” de brasileiros recém-saídos da pobreza, que ascenderam socialmente nos anos Lula.
“São eleitores que acabaram de ganhar acesso aos bens de consumo e creditam sua ascensão social nos últimos anos a Lula e ao PT.”
Os petistas alcançam seu segundo melhor resultado (29%) entre os eleitores com renda familiar de cinco a dez salários (R$ 2.726 a R$ 5.450).
Na fatia mais pobre, com orçamento até dois salários (R$ 1.090), a sigla tem 23%. Esta é a faixa mais alheia ao jogo partidário: 58% não têm uma legenda favorita.
O menor índice do PT é justamente entre os mais ricos, com rendimento acima de dez salários (R$ 5.450).
Nesta faixa, que compõe as chamadas classes A e B, o partido é citado como o mais admirado por apenas 16%. Isso inclui a elite econômica e a classe média tradicional.
O PSDB alcança seu melhor índice (10%) entre os eleitores da classe B, com renda entre dez e vinte salários (R$ 5.451 a R$ 10.900).
O pior resultado dos tucanos aparece entre os mais pobres. O partido é citado como o favorito por apenas 4% dos brasileiros das classes D e E.
Na classe C, as citações oscilam entre 6% e 8%, conforme a faixa salarial.
Em artigo recente, o ex-presidente FHC disse que o PSDB “falará sozinho” se tentar disputar o “povão” com o PT e deve se concentrar na nova classe média.
“É um desafio grande”, diz Paulino. “O PSDB terá que encontrar um discurso para esses eleitores, que querem garantias de que continuarão a melhorar de vida.”
Pouco mais da maioria dos entrevistados (54%) diz não preferir nenhuma legenda. Estes eleitores tendem a escolher os candidatos sem considerar seus partidos.
O PT aparece à frente das outras siglas em todas as faixas de renda. No total, registra 26% de preferência, contra 6% do PMDB (sem candidato à Presidência desde 1994) e 5% do PSDB.
No debate da reforma política, o PT defende a adoção da lista fechada, em que o eleitor só pode votar na sigla em eleições parlamentares. Nas condições atuais, isso daria mais vagas a petistas.

Etiquetado , , ,

#OrgulhoFHC e as capas históricas da Veja


Curta o blog no facebook

Serra morto, Aécio agonizante, PSDB acabando e DEMo acabado, então resolveram recriar o #OrgulhoFHC

null
null

null Continuar lendo

Etiquetado , ,

Exlusivo: PSDB adia lançamento da campanha de Aécio Never 2014


PSDB adia lancamento da candidatura de Aécio Never a presidência em 2014. O partido já solicitou ao TSE e trocará o número 45 pelo 51.


Facebook
Twitter
More...

Etiquetado ,
%d blogueiros gostam disto: