Arquivo da tag: facebook

Pessoas mal educadas e infelizes com suas vidas são propensas a ficarem viciadas pelo Facebook


Facebook é um site com interface de hábitos, mas os usuários que passam muito tempo online dizem que se sentem menos felizes com suas vidas.

Cientistas da Universidade de Gotemburgo dizem que muitos usuários se transformam assim que fazem login no Facebook e que o hábito transforma-se em um vício.

Pessoas em grupos de baixa renda e mal educadas estão particularmente na faixa de risco do vício. Aproximadamente 85% dos usuários dizem que eles usam o Facebook diariamente – metade diz que entra no site logo quando se conecta a internet.

O estudo sueco entrevistou 1.000 pessoas com idades entre 18 e 73 anos, tentando mostrar o lado negro da rede social. “O Facebook pode se tornar um hábito inconsciente. A maioria dos entrevistados relatou que abre o site imediatamente quando abrem o navegador”, comentou Leif Denti, doutorando de Psicologia da Universidade de Gotemburgo.

As mulheres são mais ativas no Facebook do que os homens e pessoas de baixa renda e baixa escolaridade passam uma quantidade de horas superior às pessoas com uma condição financeira melhor e alto grau de ensino.

A outra surpresa sobre a rede é que as pessoas tendem a publicarem em seus perfis apenas coisas boas, negligenciando coisas ruins que ocorrem em suas vidas. “O Facebook é uma ferramenta social claramente usada para gerenciar relacionamentos com amigos e familiares”, comentou Denti.

“Mas os usuários não escrevem qualquer coisa – a maior parte do conteúdo que compartilham tem algo a ver com grandes eventos, coisas positivas e o fato de se sentirem bem e felizes. Apenas 38% escrevem sobre coisas negativas”, concluiu o cientista.

Fonte: Jornal da Ciência

Siga o blog Rodopiou no twitter e no facebook

Etiquetado , , ,

A quinta coluna Yoani Sanchez


No documentário Conexão Cuba – Honduras, de Dado Galvão, a blogueira Yoani Sanchez fala da falta de liberdade de imprensa e livre expressão em Cuba. No entanto, ela tem conseguido uma grande projeção fora de seu país, conseguindo, de certa forma, pautar o “caso Cuba”, contando com colaboradores em diversos países.

O senhor acha que isso se deve a quê? O senhor afirmaria que há um “patrocínio” de governos dissidentes do governo cubano às ações da blogueira?

O blog dessa moça pode ser lido em 18 línguas diferentes. Quanto custa traduzir um blog para 18 línguas? De onde saem os recursos para isso? De anunciantes não veem. Correspondências enviadas a Washington pela Seção de Interesses dos Estados Unidos em Havana, divulgadas pelo Wikileaks, revelam que a blogueira mantém contatos regulares com a legação americana.

E até os albatrozes que sobrevoam o malecón de Havana sabem que o escritório de interesses dos EUA em Cuba é uma enorme e bem montada estação da CIA. Sabe-se agora que a alegada entrevista que a blogueira fez com o presidente Obama por internet, que lhe rendeu repercussão planetária, foi respondida pelos funcionários do escritório americano em Havana, e não pelo presidente.

Com certa regularidade os Estados Unidos inventam um novo personagem para envenenar as relações de Cuba com a opinião pública internacional.

Nos anos 80 fez muito sucesso o “poeta” (assim mesmo, entre aspas) Armando Valladares, que denunciava ao mundo ter ficado definitivamente paralítico em virtude de torturas sofridas em prisões cubanas. Colocado em liberdade a pedido do presidente francês François Mitterrand, Valladares causou espanto aos jornalistas que o esperavam no aeroporto de Paris, ao descer saltitante as escadas do avião, dispensando com a mão a cadeira de rodas que lhe era oferecida.

por Fernando Moraes, em A Tarde, por indicação do Boca Maldita

Siga o blog no twitter e no Facebook

Etiquetado , , , , , , ,
%d blogueiros gostam disto: