Dilma, com a cara e a coragem

Presidente Dilma em 1970, após 22 dias de tortura, presta depoimento. Ela mostra a cara, já os militares escondem o rosto. Será a vergonha do regime assassino e golpista? (isso lembra até os trolls da direita, e da esquerda, que escondem a cara hoje em dia) Como disse o Sergio Bertoni quem tem culpa, tem medo. Os réus, na verdade, são os de farda e não a civil. Foto mostra isso claramente.

 (Foto: Reprodução que consta no processo da Justiça Militar)

Da Época: A vida quer coragem (Editora Primeiro Plano), do jornalista Ricardo Amaral, chega às livrarias na primeira quinzena de dezembro. A foto abaixo, inédita, está no livro que conta a trajetória de Dilma Rousseff da guerrilha ao Planalto. Amaral, que foi assessor da Casa Civil e da campanha presidencial, desencavou a imagem no processo contra Dilma na Justiça Militar. A foto foi tirada em novembro de 1970, quando a hoje presidente da República tinha 22 anos. Após 22 dias de tortura, ela respondia a um interrogatório na sede da Auditoria Militar do Rio de Janeiro.

Os mundo dá voltas, é verdade...

PS: Vale a pena rever o vídeo em que Dilma trucida o senador(?) Agripino Maia, a quem esse hmilde blogueiro chama de “mané” (dica da Binah Ire):

Etiquetado , , , ,

Não serão publicados comentários ofensivos, preconceituosos, que utilizem palavrões, escritos exclusivamente em letras maiúsculas e muito menos comentários anônimos. A moderação não é feita na hora.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: