Os ratos têm de se explicar

Curta o blog no facebook

“O rato do PSDB não rói, ele SERRA. Velhas ratazanas políticas, travestidas de tucanos, tentam assumir o posto, que não lhes pertence, de guardiões da moralidade. Ridículo! E tem quem caia nisso.” (da Deborah Buzaitė no fb)

Paladinos da moral e da ética, os tucanos veiculam durante essa semana, um comercial em que criticam o PT por uma campanha de 2002 em que o partido criticava a corrupção existe, porém não mostrada pela mídia, no governo FHC. O estranho, é que a campanha acontece ao mesmo tempo em que o PSDB se esforça para esconder dois (dentre os vários) escândalos: Um envovendo o  processo de licitação da linha 5 do metrô, coisa 4 bilhões de Reais segundo a Justiça de São Paulo. O outro envolve João Faustino Ferreira Neto, suplente do senador José Agripino Maia (a quem este humilde blogueiro chama de “O mané’), articulador da campanha de José Serra em 2010 e, ex-subchefe do Gabinete Civil do governo de São Paulo durante a gestão serrista, que foi preso essa semana sobre acusações golpe e contratação suspeitas de uma empresa para fazer a inspeção veicular nos moldes da que a empresa Controlar faz em São Paulo (outro escândalo).

Só para lembrar, nada disseram sobre o escândalo das emendas na ALESP.

Eis algumas das velhas (ou novas) ratazanas travestidas de tucanos. Se você tiver algum que não está aí, deixe nos comentários.

João Faustino Ferreira Neto, suplente do senador José Agripino Maia (DEM-RN) e articulador da campanha presidencial de José Serra,  foi preso em Natal durante a Operação Sinal Fechado, deflagrada pelo Ministério Público Estadual. Foi acusado de pertencer a uma organização criminosa que teria atuado junto ao Departamento de Trânsito do Rio Grande do Norte. Ele e outros nove acusados tiveram a prisão temporária prorrogada até o próximo sábado, 2 de dezembro.

Sonegação fiscal, fraudes em licitação e na folha de pagamento, brigas de família, chantagem e ameaças, compõem o escândalo de corrupção na Assembleia Legislativa do Pará (ALEPA). É nisso que estão envolvidos o senador e ex-presidente da ALEPA, Mário Couto (PSDB/PA) e sua filha, a deputada estadual Cilene Couto (que foi chefe da auditora da ALEPA na gestão do pai).

O presidente da câmara municipal mais tucana do Brasil, a de Curitiba, João Cláudio Derosso está sendo investigado por irregularidades nos contratos de publicidade firmados entre a Câmara e as empresas de publicidade da própria esposa. Há agravantes, poia a contratação da empresa da jornalista Cláudia Queiroz Guedes, esposa de Derosso, foi feita quando ela era funcionária da Câmara. Um escândalo envolvendo mais de R$30 milhôes.

Bruno Covas, secretário de meio ambiente do estado de São Paulo, e pré-candidato a prefeito de São Paulo, está totalmente envolvido no escândalo das emendas paulistas, além de ser acusado de receber propina.

O presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo, Barros Munhoz (PSDB), é acusado numa ação judicial de usar verba destinada à educação para pagar um jantar de confraternização para 285 pessoas em uma pizzaria.

E a sujeira continua. Por indicação dos leitores e  pessoal do Twitter:

O Esquerdopata: Alckmin comete crime de lesa-humanidade ao privatizar saúde pública, afirma promotor (via @DeniseSQ)

Vereador tucano simula vendas para liberar dinheiro para servidores e Mercado de vereador tucano simula vendas para repassar dinheiro a servidores (via @EdsonRimonatto)

Vereador safado extorque os servidores municipais de Curitiba! Adivinha o partido dele? (via Luiz Skora)

Aécio Neves no banco dos réus. Senador eleito é acusado de desviar R$ 4,3 bilhões ( do fb da @TheaTavares)

Etiquetado , , ,

Um pensamento sobre “Os ratos têm de se explicar

  1. Skora disse:

    Iche Cleverson,

    tem mais um monte.

    Só na CMC, fora Derosso, tem uns 13…e vai juntando aí, o secretário de esporte e lazer de Curitiba, os deputados tucanos da Alep e até um tucano pedetista, muito bem cotado para ser prefeito em 2013!

    Parabéns! teu blogue cada vez melhor, gostei muito do novo visual!

Não serão publicados comentários ofensivos, preconceituosos, que utilizem palavrões, escritos exclusivamente em letras maiúsculas e muito menos comentários anônimos. A moderação não é feita na hora.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: